Geração Olímpica e Paralímpica: Rodrigo Ferla é convocado para compor Comissão de Parataekwondo das Américas
26/11/2021 - 11:08

Pela primeira vez um brasileiro fará parte da Comissão Técnica da Pan-American Parataekwondo Union (PATU – Federação Pan-Americana de Taekwondo). O representante é o bolsista do programa Geração Olímpica e Paralímpica e técnico da Seleção Brasileira de Parataekwondo, Rodrigo Ferla.

Após um ciclo Paralímpico com três medalhas na estreia da modalidade, Ferla foi indicado para ocupar o cargo.  “A importância dessa indicação está em dois fatores: o reconhecimento de um trabalho feito no Brasil, e segundo, a importância do nossos país ter um representante dentro da comissão do órgão que cuida da modalidade nas Américas”, explica o treinador.

A comissão técnica da PATU é composta por um presidente, um vice-presidente e cinco membros. Ferla ressalta que o seu papel é apresentar ideias para desenvolver o parataekwondo nas Américas.  " O primeiro desafio será criar competições para as categorias juvenil e cadete, que inicia a partir dos 12 anos".

Essa nomeação é fruto de um trabalho que começou no final de 2017, quando Ferla ainda treinava a Seleção de Base – cadetes de 12 a 14 anos – e foi convidado para treinar a Seleção Adulta de Parataekwondo. “Precisei aprender e entender tudo sobre a modalidade para poder trabalhar com ela”, conta sobre o desafio.

Para  ele, o Brasil tem um futuro promissor na modalidade. Em 2019, seis atletas foram para Campeonato Mundial de Parataekwondo.  No próximo dia 06, a Seleção irá com 17 atletas para a competição. Outro fator que nos próximos Jogos Paralímpicos serão 10 disputas de medalhas. “Nosso objetivo é conseguir mais de cinco medalhas nesse ciclo paralímpico”, revela.

Como técnico, Ferla conquistou as principais competições do mundo – Jogos Paralímpico, Campeonato Mundial, Jogos Pan-Americano. O próximo passo é dobrar a meta. “Eu sou realizado, toda conquista que existe ganhei como técnico. O que falta? Repetir e dobrar as conquistas. Ser bicampeão-paralímpico, conquistar mais medalhas. Temos que aumentar o sarrafo para que nos motivemos ainda mais a trabalhar”, finaliza.

Desde a edição de 2017, Ferla veste a camisa do maior programa em nível estadual de incentivo ao esporte na modalidade bolsa-atleta, Programa Geração Olímpica e Paralímpica –  com o patrocínio exclusivo da Companhia Paranaense de Energia, a Copel. 

 

>>>>>>>>Confira a página especial de dez anos do Programa Geração Olímpica e Paralímpica.

 

 

 

 

GALERIA DE IMAGENS

  • A atleta Debora Menezes, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019, em 31/08/2019
    Luta pela medalha de bronze até 58kg, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na Foto, Silvana Fernandes abraça seu técnico, Rodrigo Ferla.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019 durante a disputa na modalidade 61kg classe k44.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O atleta foi ouro na categoria 61kgm classe k44.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.
    Treino da Seleção de Taekwondo no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Na foto, Rodrigo Ferla ao fundo observando seu atleta, Nathan Torquato.
    Silvana Fernandes após luta pela medalha de Bronze, até 58kg K44, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.
    Rodrigo Ferla comemora a vitória de Nathan Torquato, ouro na categoria até 61 kg classe K44.
     Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, Arena Makuhari Messe, no dia 04/09/21, Débora Bezerra de Menezes comemora sua medalha de prata abraçando seu técnico, Rodrigo Ferla.
    A atleta Debora Menezes, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019, em 31/08/2019
    A atleta Debora Menezes, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019, em 31/08/2019 - Foto: Daniel Zappe/CPB.
    A atleta Debora Menezes, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019, em 31/08/2019 Foto: Daniel Zappe/CPB.
    Luta pela medalha de bronze até 58kg, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na Foto, Silvana Fernandes abraça seu técnico, Rodrigo Ferla.
    Luta pela medalha de bronze até 58kg, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na Foto, Silvana Fernandes abraça seu técnico, Rodrigo Ferla. - Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Luta pela medalha de bronze até 58kg, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na Foto, Silvana Fernandes abraça seu técnico, Rodrigo Ferla. Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019 durante a disputa na modalidade 61kg classe k44.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019 durante a disputa na modalidade 61kg classe k44. - Foto: Ale Cabral/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Parapanamericanos Lima 2019 durante a disputa na modalidade 61kg classe k44. Foto: Ale Cabral/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O atleta foi ouro na categoria 61kgm classe k44.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O atleta foi ouro na categoria 61kgm classe k44. - Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. O atleta foi ouro na categoria 61kgm classe k44. Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. - Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Nathan Torquato e Rodrigo Ferla, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Treino da Seleção de Taekwondo no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Na foto, Rodrigo Ferla ao fundo observando seu atleta, Nathan Torquato.
    Treino da Seleção de Taekwondo no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Na foto, Rodrigo Ferla ao fundo observando seu atleta, Nathan Torquato. - Foto: Ale Cabral/CPB.
    Treino da Seleção de Taekwondo no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Na foto, Rodrigo Ferla ao fundo observando seu atleta, Nathan Torquato. Foto: Ale Cabral/CPB.
    Silvana Fernandes após luta pela medalha de Bronze, até 58kg K44, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.
    Silvana Fernandes após luta pela medalha de Bronze, até 58kg K44, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. - Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Silvana Fernandes após luta pela medalha de Bronze, até 58kg K44, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Rodrigo Ferla comemora a vitória de Nathan Torquato, ouro na categoria até 61 kg classe K44.
    Rodrigo Ferla comemora a vitória de Nathan Torquato, ouro na categoria até 61 kg classe K44. - Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Rodrigo Ferla comemora a vitória de Nathan Torquato, ouro na categoria até 61 kg classe K44. Foto: Rogerio Capela/CPB.
    Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, Arena Makuhari Messe, no dia 04/09/21, Débora Bezerra de Menezes comemora sua medalha de prata abraçando seu técnico, Rodrigo Ferla.
    Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, Arena Makuhari Messe, no dia 04/09/21, Débora Bezerra de Menezes comemora sua medalha de prata abraçando seu técnico, Rodrigo Ferla. - Foto: Wander Roberto/CPB.
    Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, Arena Makuhari Messe, no dia 04/09/21, Débora Bezerra de Menezes comemora sua medalha de prata abraçando seu técnico, Rodrigo Ferla. Foto: Wander Roberto/CPB.