#RumoaoPódio: Ágatha Bednarczuk busca sua segunda medalha olímpica em Tóquio
20/07/2021 - 10:58

A paranaense Ágatha Bednarczuk nasceu em Curitiba no dia 22 de junho de 1983. No auge dos seus 38 anos vai disputar sua segunda olímpiada e buscar sua segunda medalha no vôlei de praia, agora ao lado da sua parceira Duda Lisboa.

Ágatha começou a jogar vôlei de praia em 1992 nas areias de Paranaguá, cidade litorânea do Paraná, conhecida por ser a cidade mãe do estado e famosa por abrigar o Porto de Paranaguá, o maior  porto graneleiro da América Latina. Se dessa cidade saem para o mundo milhares de produtos, das areias quentes de Paranaguá surgiu o maior nome da delegação paranaense para Tóquio que conta com 35 atletas. Ágatha viu a geração de Ana Moser, Fernanda Venturini, Virna e companhia explodir nas areias, e assim, alimentou o sonho de se tornar uma atleta olímpica.

 

ágatha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Evolução na carreira – Das quadras para as areias, Ágatha formou duplas com várias jogadoras, dentre elas, com a campeã olímpica Sandra Pires em 2005. Mas foi em 2011 que iniciou o projeto Rio 2016 ao lado de Bárbara Seixas, onde juntas conquistaram a medalha de prata para o Brasil. E em 2017, começou o tão esperado projeto de Tóquio 2020 com sua parceira sergipana Duda Lisboa.

 

Em Tóquio – Ágatha chega como favorita para subir ao pódio. Sua parceira Duda Lisboa tem 22 anos e é considerada uma das melhores jogadoras do mundo. A dupla estreia nas areias de Tóquio no dia 23 de julho, às 23h (horário de Brasília), contra as argentinas Gallay e Pereyra.

 

Principais resultados –  Ágatha girou o mundo e trouxe ao Paraná muitas conquistas, somente nos últimos quatro anos:

-Vice-campeã dos Jogos Olímpicos do Rio-2016
-Campeã Mundial (Holanda) de 2015
-Bicampeã do Circuito Mundial em 2015 e 2018
-Campeã do World Tour Finals de 2018 e vice-campeã em 2017 e 2019
-Bicampeã do Circuito Brasileiro (2012/2013 e 2013/2014)
-Campeã da 2ª etapa CDV-Saquarema e vice-campeã da 1ª etapa CDV-Saquarema (RJ) do Circuito Brasileiro 20/21
-Campeã das etapas de Vila Velha (ES) e Maceió (AL), e terceira colocada da etapa de Aracaju (SE) do Circuito Brasileiro 19/20
-Campeã das etapas de Ostrava (República Tcheca) e Tóquio (Japão) do
-Circuito Mundial 2019; Bronze nas etapas de Varsóvia (Polônia) e Viena (Áustria)
-Campeã da etapa de Campo Grande (MS), vice-campeã das etapas de São Luís (MA) e Fortaleza (CE) e terceira colocada da etapa de João Pessoa (PB) do Circuito Brasileiro 2018/2019
-Campeã da etapa de Itapema (Brasil), vice-campeã da etapa de Moscou (Rússia) e terceira colocada da etapa de Varsóvia (Polônia) do Circuito Mundial 2018
-Campeão das etapas de Natal (RN) e João Pessoa (PB), vice-campeã da etapa de Fortaleza (CE) e terceira colocada da etapa de Itapema (SC) do Circuito Brasileiro 2017/2018
-Tricampeã do SuperPraia 2015 (Maceió), 2016 (João Pessoa) e 2017 (Niterói)
-Campeã da etapa do Rio de Janeiro (Brasil), vice-campeã da etapa de Fort Lauderdale (EUA) e bronze nas etapas de Moscou (Rússia), Haia (Holanda) e Olsztyn (Polônia) do Circuito Mundial 2017
-Campeã do Desafio Gigantes da Praia 2017
-Campeã da etapa de João Pessoa (PB), vice-campeã das etapas de Maceió (AL) e Aracaju (SE); terceira colocada das etapas de Curitiba (PR) e Vitória (ES) do Circuito Brasileiro 2016/2017.

Fique ligado (a) – Em nossas redes sociais teremos cobertura completa dos bolsistas Geração Olímpica em Tóquio. São 10 bolsistas olímpicos que buscam medalhar pelo nosso estado. Fique atento (a) em: @esportepr e @geracaoolimpicapr.

Últimas Notícias