Primeiro Encontro Nacional de Veteranos 2021 ocorre neste final de semana em Londrina
08/11/2021 - 12:24

O ronco dos motores contagiará os apaixonados por velocidade e motocicletas. Nos dias 13 e 14 de novembro ocorre o 1º Encontro Nacional de Veteranos 2021 no autódromo Ayrton Senna em Londrina. 
Marcando os 50 anos de história do motocross brasileiro, o evento é uma realização do Governo do Paraná, por meio da Superintendência Geral do Esporte, com apoio da Federação Paranaense de Motociclismo (FPrM) e prefeitura Municipal de Londrina, por meio da Secretaria de Obras e Pavimentação e Fundação de Esportes de Londrina (FEL). O encontro faz parte do calendário oficial do Governo com os Jogos de Aventura e Natureza.


O coordenador dos esportes a motor e do evento, Eduardo Yoshio Saçaki, explica que o encontro irá reunir pessoas que viveram o motocross nas pistas e é aberto para pessoas que são apaixonadas pela modalidade. “O objetivo é realizar um encontro em que as pessoas possam interagir com os amantes, os pioneiros e os veteranos do motocross”, explica Saçaki.


Nesta edição, o encontro terá baterias de treinos livres para cada categoria - MX5, MX55, MX6, MX65, MX7 e MX75 – que iniciam dos 50 anos até 75 anos. “Decidimos fazer baterias de treinos para a segurança dos participantes. Por causa da pandemia, muitos estão parados há muito tempo e achamos perigoso”, ressalta Saçaki. 


Comandado pelo Japonês voador, como Saçaki é conhecido nas pistas, o encontro terá vários nomes de destaque: Alvaro Candido Filho (O Paraguaio #3); Roberto Boettcher #15; Jorge Negretti #9; Marcos Usso #47; Marlon Olsen#45, Cláudio Teixeira#21, Jorge Negritti (O Loirinho Maravilha #9), Roque Colman (#27 - tricampeão Mundial de Motocross). Além desses nomes, um piloto norte-americano que fez história na década de 80 estará presente, Rodney Smith #31;. 
Relembrando, Saçaki conta que o motocross nasceu em Curitiba-PR. Além dos pilotos famosos, Londrina receberá os pioneiros da modalidade que construíram a primeira pista a base de picaretas, enxadas e organizaram a primeira corrida em junho de 1971.


ENTRADA – A entrada é gratuita. Aproveitando a reunião de diversas pessoas, a organização pede doações de um quilo de alimento não perecível por pessoa (doação não é obrigatória).