O Esporte Que Queremos: novo programa vai ajudar a criar políticas públicas nos municípios
18/08/2021 - 18:39

O superintendente do Esporte, Helio Wirbiski, apresentou nessa quarta-feira (18) o novo programa O Esporte Que Queremos. Uma realização pioneira do Governo do Estado, por meio da Superintendência do Esporte, em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). A proposta é criar um sistema que permita o aprimoramento das políticas públicas municipais, visando o desenvolvimento esportivo das diferentes regiões respeitando suas demandas e vocações.

 

O evento foi realizado em uma LIVE no canal oficial da Superintendência no YouTube (veja abaixo)e contou com depoimentos de Emanuel Rego, tricampeão mundial de vôlei de praia e medalhista de ouro em Jogos Olímpicos, e do reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Marcelo Fonseca, representado no encontro por Fernando Mezzadri, coordenador do Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva. O detalhamento do programa ficou a cargo do coordenador técnico do programa, Dilson Martins.

 

 

“Estamos falando de um legado que vamos deixar para os próximos 20 anos no Esporte o Paraná”, celebrou Wirbiski. Ele ainda comentou sobre a participação das pessoas no evento: “Temos o apoio do governador Ratinho Junior, fundamental para o sucesso, e contamos só nesse evento com mais de 1.300 integrantes da comunidade esportiva acompanhando”. Representantes de quase todas as cidades paranaenses, incluindo diversos prefeitos, acompanharam em tempo real a LIVE.

 

METODOLOGIA – O Esporte Que Queremos terá três etapas principais de ação: diagnóstico e mapeamento; capacitação e construção das políticas públicas municipais. A primeira já está em andamento com a parceria da UFPR. Um BI (Business Intelligence), chamado Gestão do Esporte nos Estados e Municípios (GEEM), sistema que combina compilação e visualização de dados, criação de gráficos e mapas a partir desses dados e análise coordenada das informações – que contemplam, entre outros itens, governança, recursos humanos, instalações e cultura esportiva. Ele foi desenvolvido pela Universidade após um levantamento diagnóstico em 100% dos municípios paranaenses.

 

“A universidade está muito contente de fazer parte da construção e assessoria para a implementação das políticas públicas de esporte nos municípios”, disse o reitor Ricardo Fonseca. Ele ainda falou sobre a alegria em ver a pesquisa e a ciência pautando as ações em prol da sociedade paranaense.

 

O multicampeão Emanuel enviou um recado aos gestores de todo o estado. “Participei ativamente do processo de construção da Política de Esporte do Paraná, através de oficinas, simpósios e audiências promovidas pelo Governo do Estado. E é por isso que posso lhe afirmar: você está construindo um dos maiores legados da sua gestão e certamente um passo a mais na história do esporte em prol das pessoas que vivem na sua cidade”.

 

CAPACITAÇÕES REGIONAIS – As datas das primeiras capacitações foram divulgadas durante o evento. Elas serão on-line, organizadas conforme a divisão dos 13 Núcleos Regionais da Superintendência do Esporte. O horário e forma de acesso ainda serão divulgados.

  • 23/08 – Curitiba e Ponta Grossa
  • 24/08 – Cornélio Procópio e Londrina
  • 25/08 – Maringá, Paranavaí e Umuarama
  • 30/08 – Campo Mourão e Ivaiporã
  • 31/08 – Foz do Iguaçu e Cascavel
  • 01/09 – Pato Branco e Guarapuava