Brasil ganha sete medalhas no Pan-Americano de Parataekwondo sob comando de técnico do Geração Olímpica
07/06/2021 - 17:12

A seleção brasileira de parataekwondo conquistou sete medalhas no Campeonato Pan-Americano da modalidade, realizado nos dias 2 e 3 de junho em Cancún, no México. A delegação, comandada pelo técnico paranaense Rodrigo Ferla, bolsista do Programa Geração Olímpica nas últimas quatro edições do programa, viajou com oito atletas e sete subiram ao pódio, contabilizando dois ouros, duas pratas e três bronzes.

 

Ferla também será o técnico do Brasil durante a disputa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. “Essa competição foi muito importante para o trabalho da nossa equipe, porque foi a primeira oportunidade de competir depois de um ano e quatro meses. Poder competir e ter um retorno do que ainda é necessário ajustar nesta reta final de preparação até os Jogos (de Tóquio) é essencial – disse para a reportagem do GloboEsporte.

 

Entre os resultados do time brasileiro, destaque para Silvana Fernandes, que venceu na final Lisa Gjessing, da Dinamarca, invicta desde 2014 e quatro vezes campeã mundial.

 

Confira os resultados do Brasil no Pan-Americano:

  • Categoria até 61kg, masculino: ouro para Nathan Torquato e bronze para Fabrício Marques
  • Categoria até 58kg, feminino: ouro para Silvana Fernandes e prata para Cristhiane Neves;
  • Categoria acima de 58kg, feminino: prata para Débora Menezes e bronze para Leyliane Ramos e Ana Carolina.

 

A Seleção Brasileira vai realizar uma fase de treinamento entre os dias 6 a 11 de junho e depois embarcará para Beirute, no Líbano, onde será realizado o Aberto da Ásia.

 

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio – 24 de agosto a 5 de setembro de 2021 – marcarão a estreia do parataekwondo na competição. O Brasil possui vaga para três atletas, porém ainda com os nomes sendo definidos em lista de convocação a ser divulgada nos próximos meses.

 

PODCASTRodrigo Ferla foi o convidado da última edição do podcast da Superintendência do Esporte. Já são 13 episódios publicados, narrando histórias sobre as competições mais importantes, ações esportivas que mudam as vidas das pessoas e, principalmente, um encontro com atletas, técnicos e profissionais da área cujas carreiras são inspiradoras.

 

GERAÇÃO OLÍMPICA – O ano de 2021 celebra a décima edição (2011-2021) do Programa Geração Olímpica, que vive um momento de celebração ao olhar para uma década de muito desenvolvimento. Neste período, mais de dez mil atletas e técnicos tiveram a oportunidade de receber bolsas em forma de apoio financeiro. Um programa realizado pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência do Esporte, e que ao longo desse tempo ajudou no desenvolvimento de suas carreiras e levou o Paraná ao status de referência nacional na área. Durante esses dez anos, a Companhia Paranaense de Energia, a COPEL, foi a patrocinadora – e a maior aliada do esporte no estado. Na edição 2021, será feito um investimento de R$ 4.750.000,00.

 

Fique atento em nossas redes sociais @esportepr e @geracaoolimpicapr.

Últimas Notícias