Centro de Memória do Esporte Paranaense ganha versão virtual
14/05/2020 - 16:50

O Centro de Memória do Esporte Paranaense, reaberto em outubro de 2019, agora terá sua versão virtual disponível no site da Superintendência do Esporte. A primeira exposição apresentada é “Os Craques da Bola”, a mesma que foi inaugurada na reabertura, e homenageia os ex-jogadores de futebol Aladim, Sicupira, Castro e Krüger. No acervo estão disponíveis fotos e documentos da época em que atuaram nos clubes paranaenses.

 

Acesse a exposição virtual AQUI

 

A exposição, que está localizada no Ginásio Tarumã, ganhou a versão digitalizada após a adoção das medidas de distanciamento social tomadas pelo Governo do Estado, por recomendação da Secretaria da Saúde, em prevenção ao Coronavírus. Uma segunda etapa, contemplando outros grandes nome do futebol paranaense, já está sendo preparada.

 

O Centro de Memória da História do Esporte do Estado do Paraná tem como principal objetivo a valorização da memória e do patrimônio cultural-esportivo por meio do fomento a preservação e resgate da história do esporte no Paraná. O espaço foi inaugurado em 2017.

 

Homenageados

Aladim: Iniciou a carreira no Bangu-RJ, sendo campeão carioca em 1966. Chegou no Coritiba em 1973 emprestado pelo Corinthians. Jogador de muita técnica, conquistou o Torneio do Povo em 1973 e os campeonatos estaduais de 1973,1974,1975, 1976, 1979. Também jogou no Athletico e Colorado.

 

Sicupira: Começou a carreira nos juvenis do Clube Atlético Ferroviário. Em 1962, subiu para o time principal e já em 1964 foi contratado pelo Botafogo-RJ onde atuou com os maiores jogadores da história do futebol brasileiro. Foi emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto e finalmente veio para o Athletico em 1968. Com 158 gols é o maior artilheiro da história do clube, venceu o campeonato paranaense de 1970 e tornou-se ídolo eterno da torcida rubro-negra. Sicupira também jogou no Corinthians.

 

Krüger: Dirceu Krüger, o "Flecha Loira", jogou no Coritiba Foot Ball Club entre os anos de 1966 e 1976, onde completou 252 jogos como atleta. Ele conquistou pelo Coxa os títulos paranaenses de 68, 69, 71, 72, 73, 74, 75 e 76. O ídolo trabalhou como técnico, auxiliar e coordenador das categorias de base do clube. Em 2016 foi homenageado pelo Coritiba, em alusão aos seus 50 anos de trabalho pelo clube, com uma estátua em frente o Estádio Couto Pereira. Krüger faleceu em abril deste ano.

 

Castro: No ano de 1990, Castro foi contratado pelo Paraná Clube. Ajudou o Tricolor da Vila a conquistar o primeiro título paranaense em 1991. Atuando como zagueiro central, anotou quatro gols na competição. Em 1992, foi transferido por empréstimo para o Santos F.C. Retornou para o Paraná Clube em 1993, participando do início da campanha do título paranaense até se transferir para a equipe Sport Club Espinho de Portugal. Em 1995, retornou ao Brasil, jogando pelo Irati-PR. Em 1999, encerrou a carreira  jogando pelo Blumenau Esporte Clube. 

 

 

Últimas Notícias