27ª edição do Rally Transparaná chega a Cascavel
18/02/2021 - 10:55

O primeiro dia de provas da 27ª edição do Rally Transparaná chegou ao fim na tarde de ontem, quarta-feira (17). Os 110 veículos que partiram do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu chegaram em Cascavel depois de 240 quilômetros de muita aventura.

 

Nesta manhã, de quinta-feira (18), os pilotos deram inicio ao terceiro dia de provas, com destino a Guarapuava onde enfrentam mais 340 quilômetros pela frente. A prova será em linha, passando por fazendas de reflorestamento.

 

Com pilotos e navegadores representando 13 estados e 45 municípios diferentes, em uma das maiores competições off-road da América Latina, os participantes da Transparaná superam no primeiro dia as estradas e desafios que margearam o Parque Nacional do Iguaçu em um trajeto de 240 quilômetros, até chegarem em Cascavel.

 

O navegador Robson Schuinka, da cidade de Cascavel e que disputa pela categoria master, falou sobre o primeiro dia do Rally Transparaná. “O primeiro desafio foi que convidado de ultima hora para correr como navegador com um pentacampeão da Transparaná, que é o Flavio Roberto Kath. Feito isso, no primeiro trajeto não fomos muito bem, as pistas tinham referencias muito próximas, isso dificultou um pouco. A segunda etapa era mais um estradão, brigamos com o metro, e na terceira etapa do dia foi nossa melhor. Aconteceu aqui em Cascavel, em uma fazenda, com médias bem altas, exigindo bastante do piloto e navegador, mas foi positivo esse início, temos tudo para melhorar neste segundo dia”.

 

Pela categoria master, o vencedor do trajeto Foz do Iguaçu à Cascavel foi a equipe formada por Leandro Moor, o Ximura e seu navegador Gustavo Schmidt. Eles com 51 pontos ganhos. Em segundo lugar está a dupla Leandro Rodrigo Riffel e Michael Masson com 46 pontos. Fechando o pódio da categoria Alexandre Menezes Ferreira e seu navegador Guilherme de Souza Siqueira, ficaram em terceiro lugar com 34 pontos.

 

Na graduado José Andrade Junior e Bernardo Schafer Andrade conquistaram o primeiro dia de provas com 35 pontos ganhos. Seguidos de Dirceu Potrich e Leonardo Menarim em segundo e Marcelo Prevideli e Rafael Pinto.

 

Já na categoria turismo Cezar Leobet e Eduardo Leobet saíram na frente no primeiro dia de prova ao conquistar 47 pontos. As duplas Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann e Rodrigo Lolezano Daraio e seu navegador Renan Toguchi Alvares completaram o pódio.

 

Disputando a categoria light da 27ª edição do Rally Transparaná, Vinicius Parizotto Gustman e Felipe Tavares conquistaram o primeiro lugar com 57 pontos. Em segundo com 45 veio a dupla Denilson Bonfanti e Bruna de Oliveira. O terceiro lugar ficou com Fabio Patussi e Leonardo Quinonez com 44 pontos.

 

A pontuação das provas é feita de acordo com a regularidade das equipes. Durante cada provas piloto e navegador tem um determinado tempo para chegar de um ponto da prova ao outro. Ao passar pelos postos de controle, esse tempo é anotado. Ganham mais pontos aqueles que realizem os trajetos mais próximo do tempo determinado.

 

Organizada pelo Jeep Clube de Curitiba, com o apoio do Governo do Estado, a prova vai desde sua largada em Foz do Iguaçu, até o Palácio Iguaçu, em Curitiba. Onde depois de percorrer o trajeto de 1360 quilômetros, passando por 32 cidades, os aventureiros da 27ª Transparaná, chegam à capital do Estado no próximo dia 20 de fevereiro.

 

Os veículos inscritos estão divididos nas categorias Máster, Graduado, Turismo, Light e Adventure. A competição oficial é na modalidade de regularidade, com premiação, mas há cerca de 40 veículos apenas no rol do entretenimento.

 

Vale ressaltar que a competição que faz parte do calendário dos Jogos de Aventura e Natureza, segue todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos para combate à pandemia da Covid-19. Estão sendo rigidamente cumpridos e fiscalizados o uso obrigatório de máscara, além da higienização com álcool em gel e distanciamento social.

 

Roteiro

Com a primeira etapa de 240 quilômetros percorridos entre Foz do Iguaçu a Cascavel, o Rally Transparaná tem em seu segundo dia de provas mais 310 quilômetros pela frente. Distância essa que será de Cascavel até a cidade de Guarapuava. A largada acontece nesta quinta-feira (18), às 8h na Feira do Teatro, chegada em Guarapuava por volta das 16h no Parque do Rio Jordão.

 

O segundo dia de Transparaná segue passando por Laranjeiras do Sul, Goioxim e Palmeirinha. A prova será em linha, passando por fazendas de reflorestamento de pinus. Haverá os tradicionais balaios e as médias de velocidade serão justas.

 

Para o terceiro dia de provas mais 220 quilômetros estão programados, com largada às 8h do Parque do Rio Jordão, em Guarapuava, com chegada prevista às 15h no CTG de Irati. O dia começa em uma pista de motocross localizada ao lado do Rio Jordão. Os off-roaders passarão por uma fazenda de pinus com terreno bem diversificado. Fazem parte do roteiro as localidades de Guará e Imbituva. O dia irá se encerrar no posto Anila em Irati.

 

No quarto e último dia da 27ª edição do Rally Transparaná a mesma pista do CTG em Irati abrirá o trajeto final, que depois seguirá rumo a Porto Amazonas e São Luiz do Purunã. O destaque ficará por conta da Fazenda Santa Joana, que oferece uma vasta opção de trilhas técnicas. Mas antes de chegar lá, um novo setor com diversos balaios continuará exigindo a atenção e habilidade das duplas. Chegada prevista: 15h no Palácio Iguaçu.

 

Para adquirir todo conteúdo de fotos e vídeos, acesse no facebook e instagram: @esportepr 

 

Últimas Notícias