Atletas do Geração Olímpica garantem vagas na bocha para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020
07/10/2019 - 10:56

A Etapa das Américas das competições da Federação Internacional de Bocha Paralímpica - BISFed terminou neste sábado, 5, no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em São Paulo, com o Brasil conquistando nove vagas para os Jogos de Tóquio 2020. Dois paranaenses, os irmãos Eliseu e Marcelo Santos, bolsistas do Programa Geração Olímpica, foram responsáveis por garantir ao país duas dessas vagas.

 

A primeira conquista foi na quinta-feira, 3, na disputa individual com Eliseu, na classe BC4. No sábado, na final dos pares BC4, Brasil e Colômbia se enfrentaram e com apenas um ponto de diferença, 4 a 3, os paranaense Eliseu e Marcelo garantiram mais uma vaga para o país na Paralimpíada.

 

Vale lembrar que a classificação é para o país e não nominal, portanto os atletas que representarão o Brasil em Tóquio ainda serão definidos e convocados.

 

Participaram desta etapa da BISFed 63 atletas de dez países: Argentina, Bermudas, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, México, Peru, África do Sul e Estados Unidos. 


Os irmãos ganharam, juntos, as medalhas de prata nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016 e no Parapan-Americano Lima 2019, na categoria pares BC4.

 

Jogos Olímpicos

Na semana passada, outra atleta do Geração Olímpica, Ana Sátila, da canoagem slalom, já havia garantido as vagas brasileiras no feminino para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. A conquista foi nas provas K1 (caiaque) e C1 (canoa), durante o Campeonato Mundial em La Seu D’Urgell, na Espanha.

 

Geração Olímpica

Criado pelo Governo do Estado em 2011, o Programa oferta na atual edição 1.252 bolsas para atletas e técnicos do estado. O patrocínio é de R$ 4,75 milhões, integralmente da Companhia Paranaense de Energia, a Copel. As categorias das bolsas são: Formador, Técnico Formador, Estadual, Técnico, Nacional e Olimpo.


 

GALERIA DE IMAGENS