Esporte

12/3/2018 9:50:00

Paranaense é a primeira mulher brasileira a competir em Jogos Paralímpicos de Inverno

A paranaense Aline Rocha, natural de Pinhão, é a primeira mulher brasileira a competir em uma edição de Jogos Paralímpicos de Inverno. Além disso, a atleta, que disputa o esqui cross-country Classe LW11, foi a porta-bandeira do Brasil na Cerimônia de Abertura em PyeongChang, na última sexta, 9.

Aline, de 27 anos, também é a única competidora sul-americana na Coreia do Sul e agora faz parte do seleto grupo de atletas que tem no currículo Jogos de Verão e de Inverno, já que esteve no Rio 2016, onde disputou três provas no atletismo.

“Ter sido escolhida porta-bandeira é uma grande honra. Fiquei emocionada e muito feliz. Nós, mulheres, temos mostrado nossa força e espero que a minha participação aqui contribua para que outras possam seguir o mesmo caminho. Nós podemos e devemos correr atrás dos nossos sonhos. As mulheres podem ser o que elas quiserem”, disse, com menção à comemoração do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

Nos Jogos, Aline disputa quatro provas, em diferentes distâncias: 12km, 1,1km, 7,5km e o revezamento misto 4x2,5km, ao lado de Cristian Ribera.

Neste fim de semana, ela competiu nos 12km, terminando na 15ª posição.

História: Aline sofreu um acidente de carro aos 15 anos que lhe causou uma lesão medular e a perda dos movimentos das pernas. Iniciou sua trajetória no esporte praticando atletismo, quatro anos após ter se acidentado. Há pouco mais de um ano, passou, também, a competir na neve, já que os movimentos do esqui cross-country eram parecidos com o da corrida em cadeira de rodas.

Os Jogos Paralímpicos de Inverno de PyeongChang serão os maiores da história e reunirão 567 atletas de 48 países, mais os neutros. Os Estados Unidos têm a maior delegação, com 68 atletas, seguido por Canadá (52) e Japão (38). Os donos da casa estão em quarto, com 36 competidores. Além do snowboard e do esqui cross-country, estão no programa nesta edição o biatlo, o esqui alpino, o curling em cadeira de rodas e o hóquei em trenó. No total, serão disputadas medalhas em 80 eventos do dia 9 ao dia 18. Toda a competição terá transmissão ao vivo pelo site do Comitê Paralímpico Internacional (paralympic.org).

Fonte: cpb.org.br

COM/SEET
Beto Pacheco
betopacheco@seet.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.