Esporte

25/1/2012 14:00:00

Com show do público Brasil goleia o Peru e segue 100%


O Brasil goleou o Peru por 6 a 0 nesta terça-feira (24) pela Copa Copel Sul-Americana de Futebol Feminino Sub-20 no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Com a goleada, o Brasil assumiu a liderança isolada do grupo A com 100% de aproveitamento. Entre as autoridades presentes ao jogo estavam o secretário de esportes do Paraná Evandro Roman, o secretário municipal de esportes, lazer e juventude, Marcello Richa e o presidente do Comitê Organizador Local Felipe Nasser Daher, que anunciou em primeira mão que Ponta Grossa também vai receber um jogo do quadrangular final.

Embalado por mais de quatro mil pessoas no Estádio Germano Kruguer o Brasil foi para cima das adversárias e desde o inicio levou perigo à meta da goleira Cayo, tanto que aos quatro minutos de jogo Bia fez bela jogada e chutou para fora e logo depois foi a vez Thais errar o alvo. Após muita pressão, o gol da seleção brasileira saiu aos 12 minutos do primeiro tempo, quando Ketlen foi a linha de fundo e cruzou para Glaucia abrir o marcador.

Apesar do placar magro no primeiro tempo, o Brasil dominou todo o primeiro tempo , mas errava passes próximos da área adversária e insistia em errar as finalizações. No intervalo a atacante Thaisinha elogiou as peruanas por terem segurado o placar mínimo na primeira etapa. “Elas estão bem postadas, temos a posse de bola, mas não temos muito espaço. Vamos ver o que o professor Caio diz agora para podermos acertar no segundo tempo”.

E parece que a conversa do treinador no vestiário surtiu efeito e logo aos cinco minutos Thaisinha passou pela goleira e bateu para o gol, mas a lateral Perez tirou a bola com a mão. A árbitra chilena Maria Carvajal assinalou o pênalti e expulsou a jogadora peruana. Thais cobrou com categoria, chute forte no canto direito da goleira para fazer o segundo do Brasil.

Com uma jogadora a mais durante quase todo o segundo tempo o Brasil se impôs na partida e os gols foram saindo naturalmente. Aos 17, Ketlen foi ao fundo e cruzou para Glaucia marcar de letra seu segundo gol na partida. Aos 23 foi a vez de Ketlen marcar o seu. Ela recebeu na entrada da área e bateu no canto direito da goleira e garantiu o 4 a 0 no placar. Pouco depois, aos 28, Ketlen fez seu segundo gol no jogo, o quinto no total. A ducha de água fria para as peruanas veio aos 40 minutos, quando Bia bateu forte de dentro da área e decretou o fim da goleada.

Após o término da partida o técnico da seleção brasileira, Caio Couto, destacou a objetividade do time na segunda etapa. “Caprichamos mais nos fundamento e jogamos com mais seriedade, por isso conseguimos fazer muitos gols”. Para a atacante Glaucia, autora de dois gols no jogo, a torcida teve papel fundamental na vitória. “Jogar com casa cheia é sempre bom e hoje eles nos apoiaram a partida inteira. Nós fizemos nosso papel e a torcida fez muito bem o dela”, disse Glaucia, uma das mais ovacionadas pelos torcedores.

A próxima partida do Brasil será contra o Uruguai, na quinta-feira (26), as 20h10, na Vila Capanema. Já a seleção do Peru folga na próxima rodada e só volta a campo contra o Paraguai no dia 28, no Gigante do Itiberê (Caranguejão), em Paranaguá.

Thaisinha
O destaque negativo da partida ficou por conta da grave contusão da craque Thaisinha. Aos 30 minutos do segundo tempo, numa dividida de bola pelo alto, a atleta caiu de mau jeito e bateu a nuca no gramado. Imediatamente a árbitra autorizou a entrada da maca e dos enfermeiros, que imobilizaram o pescoço da atleta e a encaminharam em seguida ao Hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa.

As últimas informações dão conta de que logo após ter dado entrada no hospital, a atleta já havia sido medicada e não sentia mais dores. Thaisinha foi encaminhada para uma clínica particular da cidade, onde faria uma ressonância magnética da coluna vertebral e uma tomografia computadorizada do crânio. Ao que tudo indica nada de mais grave aconteceu com o destaque individual da seleção brasileira até aqui. A atleta deverá ser poupada para o jogo contra o Uruguai.

Escalações e arbitragem


O Brasil entrou em campo com Monique (que substituiu a titular Daniele nesta partida), Giovana, Tayla, Ingrid, Andressa Alves, Lucimara, Maria (Andressa Cavalari), Ketlen, Bia, Thais (Bruna) e Glaucia. Técnico: Caio Couto.

Já o Peru foi para o jogo com Cayo, Perez, Salazar (Ortega), Valeriano, Arruela, Bellido, Velasquez, Carmen, Ugarte, Castro (Silva) e
Aubert. Técnico: Duarte Jaime.

Árbitra: Maria Belen Carvajal - Chile
Assistente 1: Loreto Toloza - Chile
Assitente 2: Luzmila Gonzalez - Colômbia
4ª Árbitra: Viviana Muñoz - Colômbia


Jean Ceccon
Coodenação de Comunicação - COL
imprensasub20@gmail.com
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.